vendredi 6 janvier 2012

O Preço da Renda

Como dar o preço a uma renda. Resolvi criar um sistema de medidas do preço das rendas que mostro abaixo:

Dar o preço à renda sempre foi o maior dilema para a rendeira, como dar o preço à renda? Antigamente as rendeiras brasileiras detinham todas as etapas de fabricação da renda, desde a fiação do fio que faziam artesanalmente até a execução da renda, talvez seja aí a razão da referência no livro History of Lace Mrs. Bury Palliser, que foi transcrita por Luiza e Arthur Ramos sobre a renda "no Brasil que seria uma renda grosseira", ou seja com fios mais grossos.

Ao longo da história rendeira de nosso país pudemos verificar que muitas rendeiras trabalhavam por encomenda, assim os comerciantes ou atravessadores encomendavam o trabalho da rendeira dando elas a linha. A rendeira ficava como que ligada e dependente do atravessador, cabendo ao atravessador estabelecer o preço do trabalho da rendeira, o que certamente dá para compreender o quanto elas se tornavam presas fáceis para os espertos.

Outras rendeiras trabalhavam por conta própria, mas deviam assim comprar seus fios. Nesses casos muitas delas, por falta de compradores, acabavam vendendo a renda por preço inferior ao preço da que tinham pago pela linha, trabalhando assim literalmente como escravas.

O ideal é que voltemos ao passado e as rendeiras reaprenderem a fiar e serem então proprietarias de todas as etapas de elaboração da renda, não ficando assim dependentes das usinas de linha para dar o preço da renda. Assim a rendeira vai fiar seu proprio fio, elaborar a renda e ter um lucro muito maior. Hoje o mundo esta valorizando bastante o trabalho artesanal, o comércio solidário o que faz com que as rendeiras tenham tudo a ganhar produzindo seus proprios fios e elaborando suas proprias rendas, com seus proprios fios.

Outra solução é que as rendeiras, não querendo fiar seus proprios fios que comprem os fios de fiandeiras profissionais, favorendendo assim o desenvolvimento dessa outra atividade que é o fiar. Existe também outra solução, o uso de fibras naturais como o Sisal, a Juta, o Rami, o Vime, etc (ver site http://www.brazilianfibres.com.br/) o que faz com que a renda seja original e se torne uma renda típica brasileira, o que seria uma vantagem econômica.

Diante dessa realidade, comecei a pensar: como fazer com que a rendeira saibam quanto gastou e qual o preço do seu trabalho? Decidi então elaborar um sistema de medida do preço da renda, mesmo porque cada modelo tem sua particularidade, como: tempo de elaboração, preço do fio, dificuldade da execução do modelo, etc. Cada renda deve ter seu preço específico.

Para ter lucro a rendeira precisa de colocar o preço justo à renda, isso significa que o preço final da renda deve ser maior que o preço que gastou com linha.

Uma das possibilidade de medida do preço da renda seria o peso, mas como as linhas não são vendidas a peso e sim a metro então se torna mais dificil esse sistema, antigamente elas eram vendidas a peso. Caso a rendeira não tenha o peso do novelo de linha ela pegaria o novelo, pesaria e depois pegaria um metro da renda que fez e pesaria.

1 novelo de linha pesa 500 g – 20 reais
1 metro de renda pesa 90 g – X

Tendo, a rendeira, o preço de quanto gastou em linha para realizar um metro da renda então agora é só adicionar o preço do trabalho, que seria calculado em horas, quantas horas a rendeira gastou para confeccionar um metro da renda em questão. O importante é que a rendeira não perca dinheiro nessa transação e não trabalhe como escrava e de graça.

Outra possibilidade seria pelo metro, sabe-se quantos metros tem o novelo de linha.
Temos aqui duas possibilidades:

Ou a rendeira faz 10 cm da renda que quer saber o preço, depois dos 10 cms prontos a rendeira desfaz a renda e mede todos os fios sabendo assim quantos metros usou para fazer os 10 cms de renda. Esse sistema é mais facil mas a rendeira acaba tendo que desperdiçar o fio que usou.

Então proponho o seguinte, esse sistema é um pouco trabalhoso mas a rendeira não perde o trabalho já feito. Pega-se cada fio de cada birro, antes de bobiná-lo, dá-se um nó a cada metro do fio com uma linha de cor diferente, bobina-se então os fios. Com a execução do trabalho cada vez que a rendeira chega até o fio de cor diferente ela conta um metro e desfaz o nó. Assim no final dos 10 cms, gastou-se por exemplo 70cms de linha. Então é só fazer regra de três.

Exemplo: 1 novelo que tem 5 metros de fio, ou seja 500 centímetros – Custa 20 reais
500 cms – 20 reais
70 cms – X

No final multiplica-se por 10 então se tem o preço do metro da renda executada.

Tendo o preço do metro da renda então fica fácil a rendeira saber quando quer pela mão de obra. A rendeira ao mesmo tempo deve fixar o preço do seu trabalho de hora. Quantas horas ela gastou para fazer um metro de renda.

No início do trabalho começa a contar os minutos e no termino de um metro ela terá as horas gastou para elaborar o trabalho. U metro de renda pode gastar meia hora, como outro tipo de renda pode gastar uma hora e meia.

Tudo isso deve ser feito para evitar que a rendeira perca dinheiro e acabe vendendo a renda pelo preço inferior ao preço do fio que comprou. Mas se a rendeira fiar seu proprio fio todo dinheiro que entrar é lucro.

Espero que com este pude ajudar a nossas maravilhosas rendeiras dar o preço justo ao seu trabalho rendeiro e não sejam enganadas pelos espertinhos.

Aonde encontrar fiandeiras no Brasil:

http://tecelandoarte.blogspot.com/
http://www.rioecultura.com.br/evento/evento.asp?evento_cod=1473
http://teiadocerrado.blogspot.com/
http://www.tecelagemanual.com.br/
http://olharesdaalma.blogspot.com/2009/09/processosde-producao-vii-tingimento.html

Obs: ao longo do meu trabalho foram várias pessoas que procurei solicitando informações e ajuda, rarissimas foras as pessoas que se prontificaram a ajudar e olhem que não ganho nada com isso, imaginem então se ganhasse. Então tenho que agradecer a essas poucas pessoas que tive a chance de encontrar.

Existem pessoas que apesar de não fazer o que tem em mãos para fazer, impedem as outras de fazê-lo.

Veja abaixo os lindas bonequinhas de fiandeiras.




Aucun commentaire:

Enregistrer un commentaire